O povoado de 2 mil pessoas na Noruega que teve mais de 150 casos de abusos sexuais