Quem deixa não sofre menos sofre mais